FIES 2020 – últimas horas para inscrição

Publicidade

FIES 2020 – Financiamento Estudantil 2020 – O MEC – Ministério da Educação e Cultura – disponibiliza o Fies 2020 – Financiamento Estudantil – para viabilizar o acesso do candidato ao ensino superior. Este programa de financiamento graduação do governo federal foi criado em 1999 e, apesar de ser um empréstimo feito ao candidato, tem o objetivo de facilitar o acesso aos cursos superiores de universidade e faculdade privada.

Como é um empréstimo, o candidato deve devolver o valor que utilizou durante o curso, no pagamento das mensalidades. Veja abaixo como fazer Fies pré-inscrição, inscrições Fies e como fazer o financiamento graduação através do Novo Fies.

inscricoes-novo-fies

FIES Inscrição – último dia de inscrição

O Fies pré-inscrição pode ser feito online, no SisFies, que é o site oficial do Fies. Veja, abaixo, um passo a passo para as inscrições FIES:

  • Acessar o site oficial do Fies e informar os dados solicitados, com isso, o estudante receberá um e-mail para validação do cadastro;
  • Inscrição: o estudante que for pré-selecionado deverá acessar novamente o site e terá um prazo de até cinco dias para realizar a inscrição, informando os dados de financiamento a ser contratado;
  • Validação das informações: após inscrição no SisFies, o estudante terá um prazo máximo de dez dias para validar as informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino;
  • Contratação do Fies: depois da validação das informações, o estudante terá um prazo máximo de até dez dias, que será contato a partir do terceiro dia útil de validação pela CPSA, para comparecer ao banco para contratação do financiamento.

Cronograma do Fies 2020:

  • Início do período das inscrições: dia 5 de fevereiro;
  • Fim do período das inscrições: dia 12 de fevereiro;
  • Lista da Pré-seleção: 26 de fevereiro;
  • Início do período da lista de espera: 26 de fevereiro;
  • Fim do período da lista de espera: 31 de março.

Fies 2020 – você pode participar do Fies?

Os critérios básicos de participação para o programa de financiamento graduação do governo federal são:

Publicidade
  • tenham realizado a prova do Enem a partir de 2010;
  • pontuação mínima de 450 (quatrocentos e cinquenta) pontos na prova Enem;
    não ter zerado a redação;
  • a instituição de ensino para qual o candidato pretende obter o financiamento deve ter uma avaliação positiva pelo Ministério da Educação (MEC).

Os critérios socioeconômicos para cada modalidade são:

  • Modalidade Fies (ou modalidade I): A renda per capita mensal da família do estudante deve ser de até três salários mínimos;
  • Modalidade P-Fies: A renda per capita mensal da família do estudante deve ser de até cinco salários mínimos.

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é destinado aos estudantes que não tenham condições de pagar as mensalidades de uma faculdade privada. Ao abrir as inscrições, os interessados devem se inscrever de forma gratuita no site oficial do Fies, o SisFies. É necessário  atender a alguns critérios, como ter um fiador e uma renda familiar bruta que não ultrapasse cinco salários mínimos.

financiamento-fies-caixa

Como o FIES se diferencia do Prouni

Apesar de terem a finalidade de facilitar o acesso aos cursos superiores em faculdade privada, os programas são diferentes em seu funcionamento. O FIES é um empréstimo feito ao estudante para o pagamento das mensalidades do curso superior. Ao fim do curso, inicia o processo de devolução do valor emprestado pelo governo através do Fies. E ainda há possibilidade de financiamento no Fies juros zero. Acesse o Fies pela nota Enem.

Conheça o Sisu 2020 e acesse o ensino superior público!

Já o Prouni 2020 é um programa que oferece bolsa de estudos para graduação em faculdade privada para quem se enquadra nos critérios de seleção. Como são bolsas de estudo, o candidato não precisa devolver nada nem nenhum valor. E há bolsa de estudos para graduação em faculdade privada integrais, de 100% do valor da mensalidade, e parciais, de 50% do valor da mensalidade.

Veja os tipos de financiamento que o Fies oferece (há até um com juros zero)

Recentemente o programa de financiamento Fies Caixa passou por diversas alterações e passou a ser chamado de Novo FIES. No novo Fies, o candidato tem 3 opções de financiamento graduação:

  • Tipo I – Financiamento graduação em faculdade privada é oferecido pelo governo diretamente ao estudante);
  • Tipo II – Financiamento graduação em faculdade privada é oferecido pelas instituições financeiras. Os recursos são públicos e as condições oferecidas são melhores que outras linhas. Contudo, é mais caro que o do Tipo I;
  • Tipo III – Financiamento graduação em faculdade privada é oferecido pelas instituições financeiras. Os recursos são públicos e as condições oferecidas são melhores que outras linhas. Contudo, é mais caro que o do Tipo I.

As modalidades II e III fazem parte do P-FIES.

Passo a passo do Fies 2020

Após ser aprovado em todos os critérios da seleção, o candidato tem direito ao financiamento Fies Caixa. Esse financiamento graduação varia conforme a avaliação dos critérios, sendo a renda familiar o principal. Um seguro de vida também deve ser pago, para o caso de um imprevisto.

A faculdade privada receberá o valor da mensalidade diretamente do governo ou da instituição financeira onde o financiamento Fies Caixa foi aprovado. O candidato fica responsável pelo pagamento das taxas operacionais apenas.

Veja como é o pagamento das parcelas do financiamento estudantil

Após finalizar o curso começa o período de amortização do pagamento. Também iniciam os pagamentos mensais referentes ao financiamento Fies Caixa no mês seguinte à conclusão, desde que o estudante já esteja exercendo atividade remunerada. Os pagamentos mensais são retidos na fonte da renda do estudante.

Se, após iniciar o período de amortização, que é o fim do curso, o estudante não possuir renda, os pagamentos mensais serão realizados em seu valor mínimo, acordados no contrato e no CG-Fies.

Você sabe o que é o aditamento Novo Fies?

O financiamento Fies Caixa precisa ser validado todo semestre. A confirmação dos valores e curso e a renovação desse contrato de financiamento graduação é chamada de Fies aditamento. O Fies aditamento deve ser realizado por todos os estudantes que foram beneficiados com o financiamento Fies Caixa.

Aditamento Novo Fies é realizado através do site oficial do Fies, SisFies, e pode ser de dois tipos:

  • Aditamento Novo Fies simplificado – é quando nenhuma modificação é realizada no contrato do financiamento Fies Caixa, permanecendo inalterado;
  • Aditamento Novo Fies não simplificado – ao serem realizadas alterações no contrato do financiamento Fies Caixa, esse Fies aditamento passa a ser não simplificado.

Caso o estudante não realize o processo do aditamento Novo Fies durante o prazo estipulado, há possibilidade de perda do financiamento graduação.

Aditamento Novo Fies – fique por dentro do funcionamento

Na renovação do contrato de financiamento graduação, pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da faculdade privada, o SisFies é liberado para realizar o processo. O Fies aditamento é confirmado se os dados conferirem. Nesse momento o estudante já recebe a informação de Fies aditamento simplificado ou Fies aditamento não simplificado. Caso os dados não estejam corretos, será necessário que o estudante compareça na CPSA da faculdade privada para esclarecimento.

Em caso de aditamento simplificado, o estudante deve retirar, na faculdade privada onde está cursando o ensino superior, a DRM (Documento de Regularidade de Matrícula), assinada pelo presidente ou vice-presidente da CPSA.

fies-sem-juros

No caso de Fies aditamento não simplificado, o estudante deve retirar a mesma DRM e, na sequência, comparecer à instituição onde foi feito o financiamento graduação junto com o fiador. Nesse caso, a CPSA da faculdade privada requisitará a lista de documentos necessários.

VocÊ tem direito ao FIES Juros Zero?

Aos candidatos com renda familiar per capita mensal até 3 salários mínimos é disponibilizado uma modalidade de financiamento graduação diferenciada: o Fies juros zero. No Fies sem juros o estudante tem a possibilidade de pagamento de prestações conforme o seu limite de renda.

A ideia do Fies juros zero é facilitar ainda mais o acesso ao ensino superior em uma faculdade privada aos estudantes que mais precisam.